Bacalhau SEM natas
Com toque da nutricionista, mas deliciosamente saudável!

1 0
Bacalhau SEM natas

Partilhe na sua rede social:

Or you can just copy and share this url

Ingredientes

Ajustar doses:
500g de bacalhau pronto a cozinhar Riberalves
400g de mandioca
1 couve-flor
450ml bebida de aveia sem adição de açúcar
1 cebola
2 dentes de alho
3 c. sopa de azeite virgem extra
1 c. sopa manteiga ghee
1 pitada de pimenta preta
1 pitada de sal marinho
1 folha de louro
1 pitada de noz moscada
Sumo de 1/2 limão
1-2 c. sopa de levedura nutricional opcional
1 c. sopa sementes de linhaça moídas
4 hastes de salsa fresca
6 azeitonas pretas
Características:
  • Rico em proteína
  • Sem Glúten
  • Sem Ovo
  • Tradicional
Tipo de cozinha:

    Porque é que o bacalhau com natas tem de levar natas? E porque é que as batatas fritas têm de ser fritas?
    Como nutricionista desconstruo receitas tradicionais, torno-as mais saudáveis e igualmente apetitosas!

    • 90 min
    • Serve 4
    • Média

    Ingredientes

    Partilhar

    Experimenta, partilha e segue-me no Instagram @NutricionistaLillian

    #ReceitasdaLillian   #NutricionistaLillian   #AComidaQueVaiMudaraSuaVida

    (Visited 3.562 times, 12 visits today)

    Passos

    1
    Concluído
    10min

    PREPARAR A MANDIOCA

    Descascar a mandioca e, ainda com a ajuda da faca, retirar a camada intermédia fibrosa, logo abaixo da casca.
    Cortar a mandioca em cubos e temperar com pimenta preta, sal e azeite a gosto.

    NOTA: em vez de mandioca podem utilizar batata doce ou, se estão a tentar cortar nos hidratos de carbono, podem sempre substituir a mandioca por cubinhos de curgete e nabo. Fica muito mais leve e com um sabor incrível.

    2
    Concluído
    25 min

    COZINHAR A MANDIOCA

    Depois de temperada a mandioca, distribui-la num recipiente para ir ao forno ou sobre papel vegetal e levar a cozinhar a 180ºC, durante cerca de 20 minutos. Reservar.

    NOTA: para ajudar a cozinhar bem a mandioca, podes dar uma "entaladela" antes de ir ao forno, durante cerca de 5 minutos em água fervente.

    3
    Concluído
    10 min

    COZER O BACALHAU

    Numa panela com água, cozer os lombos de bacalhau prontos a cozinhar durante cerca de 7 minutos.
    Retirar da água, deixar arrefecer, retirar a pele, as espinhas e desfiar em lascas, para um recipiente à parte.

    4
    Concluído
    15 min

    PREPARAR O MOLHO BRANCO

    Lavar a couve flor e separá-la em floretes.
    Numa panela cozinhar a couve flor na bebida vegetal de aveia [em alternativa podes utilizar de arroz ou amêndoa].
    Temperar com manteiga ghee ou um fio de azeite, pimenta preta, noz moscada, gotas de limão e sal a gosto.
    Deixar cozinhar durante cerca de 10 minutos ou o tempo suficiente para que a couve flor fique macia.
    No final, juntar 2-3 c. sopa de água da cozedura do bacalhau e triturar até obter um creme branco sedoso e homogéneo. Acertar temperos e a textura, caso seja necessário.

    5
    Concluído
    10 min

    SALTEAR O BACALHAU

    Numa frigideira, alourar a cebola e os dentes de alho picados com a folha de louro.
    Juntar o bacalhau e mexer.

    6
    Concluído
    5 min

    JUNTAR OS INGREDIENTES

    Adicionar a mandioca assada, o molho branco e envolver.

    7
    Concluído
    15 min

    LEVAR AO FORNO

    Colocar um fio de azeite num recipiente próprio para ir ao forno [por forma a não colar].
    Verter a mistura preparada no recipiente "untado" com azeite, polvilhar com levedura nutricional, linhaça moída e levar ao forno a 180ºC para tostar.

    NOTA: para polvilhar podes utilizar queijo ralado e levar ao forno para gratinar. Se gostares de queijo fica TOP. Se quiseres manter-te "lactose free" então utiliza a levedura nutricional que dá um leve sabor a queijo que combina muito bem.

    8
    Concluído
    5 min

    PRONTO A SERVIR

    Picar salsa fresca e polvilhar antes de servir, juntamente com algumas azeitonas pretas.
    Está pronto a servir.

    Bom Apetite!

    Lillian Barros

    Olá! O meu nome é Lillian Barros, uma canadiana, criada no Algarve, a construir uma família de alfacinhas. Sou nutricionista, mãe de uma pipoca, grávida de um feijãozinho e dona de um labrador em constante dieta. Apaixonada pela minha profissão, neste blog partilho dicas e receitas deliciosamente saudáveis que inspiram os meus pacientes todos os dias.

    anterior
    SALADA DE MANGA VERDE
    anterior
    SALADA DE MANGA VERDE

    2 Comentários Esconder comentários

    Adicione o seu comentário